quarta-feira, 19 abril 2017

Gasolina e álcool voltam a ficar mais baratos e trazem alívio aos motoristas.

Boletim
Repórter: Umberto Ferretti
O preço médio da gasolina voltou a cair e fechou a semana passada em três e 63 o litro.

A pesquisa foi feita pela Agência Nacional do Petróleo em mais de cinco mil postos de todo o País.

De dois meses pra cá, o combustível ficou cerca de 11 centavos mais barato. E a queda seria consequência dos reajustes nas refinarias, anunciados pela Petrobras.

Em outubro, a estatal adotou uma nova política de preços, pela qual os valores podem cair ou subir, mês a mês, com base, por exemplo, no câmbio e na cotação do petróleo.

A má notícia é que em abril não haverá redução.

Outro fator que pode ter ajudado a derrubar o preço da gasolina é o fato de que o álcool, combustível concorrente pra quem tem carro flex, está bem mais barato.

Com a retomada da safra de cana, o valor médio do etanol despencou 23 centavos, desde o começo de fevereiro, pra dois e 65 o litro. E novas quedas são esperadas para os próximos dias.

Facebook