quarta-feira, 11 outubro 2017

Minoria brasileira admite propina para ter acesso a serviços públicos

11/10/2017 00:17
Boletim
Repórter: Tadeu Inácio
Onze por cento dos brasileiros admitem que já pagaram propina para ter acesso a serviços públicos, como saúde, educação, serviço de polícia ou emissão de documentos.

É o segundo menor índice da América Latina e Caribe, atrás apenas de Trinidad e Tobago, onde 6%, de acordo com pesquisa da Transparência Internacional, que mediu a percepção da corrupção em cada país.

A liderança ficou com o México, onde 51% da população admitiram o pagamento de propina.

Em outro item do estudo, 81% dos brasileiros disseram que, caso presenciassem um ato de corrupção, denunciariam, dois pontos percentuais abaixo do líder Uruguai.

Foram ouvidas 22.302 pessoas de mais de 16 anos em 20 países da América Latina e Caribe entre maio e dezembro do ano passado.

Facebook