quinta-feira, 20 abril 2017

Safra de cana será menor, neste ano. Mosca da fruta preocupa agricultores. Preço do tomate dispara.

Boletim
Repórter: Umberto Ferretti
Safra de cana será menor, neste ano.

Mosca da fruta preocupa agricultores.

Preço do tomate dispara.

A safra de cana-de-açúcar, no ciclo 17/18, será menor que a anterior. Dados da Conab apontam para uma colheita total de 647 milhões de toneladas, o que representa queda de um e meio por cento, na comparação com o ano passado. A redução será puxada por uma diminuição na área de cultivo. Mas a boa notícia é a tendência de um rendimento maior dos canaviais, na casa de 73 toneladas por hectare.

A volta da mosca-da-fruta tem tirado o sono de produtores do Nordeste. A dor de cabeça vem, por exemplo, do medo de perder espaço lá fora. Algumas regiões de Pernambuco registraram um índice de infestação até 10 vezes maior que o aceitado por alguns importadores, como os Estados Unidos. Pomares de manga estão, hoje, entre os mais afetados.

E o preço do tomate atingiu, na semana passada, a maior média do ano, na Ceagesp. O tipo 2A subiu 40 por cento, para a casa de 47 reais. E o 3A, com alta de 31 por cento, foi negociado a 83. Dados do Cepea apontam, ainda, para um pico de 94 reais. O cenário é causado pela baixa oferta, com a colheita em ritmo mais lento e cerca de 20 por cento da safra, apenas, disponíveis para venda.

Facebook